Durante segundo dia do Novenário, bispo emérito lembra que “amar é obedecer”

0

A missa do segundo dia do Novenário foi presidida pelo bispo emérito Dom Vitório Pavanello. Dedicada a abençoar os Meces, a missa faz parte da programação da Festa da Padroeira, que acontece até o dia 25 de junho, no Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Um dos momentos mais emocionantes foi a entrada do ícone de Nossa Senhora, que atravessou um corredor iluminado por velas seguradas pelos ministros da Eucarestia. O Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro tem mais de 100 ministros da Eucarestia.

Aos fieis que lotaram o Santuário, Dom Vitório destacou a importância de cada um ser como Maria e, consequentemente, amar como ela. “A primeira grande virtude de Maria foi o amor que sempre viveu para com Deus. O concebeu e o acompanhou ao longo da sua vida. Maria é o modelo do verdadeiro amor que devemos cultivar para com Deus e para com o próximo. Não dá para apenas a Deus sem amar o próximo”, lembrou o bispo.

Dom Vitório também lembrou que amar é obedecer. “Mesmo nas horas mais difíceis. Quem ama não inventa desculpas. Devemos amar como Maria, que foi solidária, criativa e corajosa”.

A Festa da Padroeira reúne uma serie de atividades religiosas e sociais. O ícone de Nossa Senhora vai percorrer importantes da cidade e o Santuário terá a novena e as atividades sociais.

Comentários

comentários

NO COMMENTS