AFIM – Comunidade Terapêutica Redentorista

AFIM amplia e triplica capacidade da Comunidade Terapêutica

Com o principal objetivo de resgatar vidas do mundo das drogas e trazê-las para a vida cristã, a Associação Redentorista Filhos de Maria (AFIM) iniciou em julho, a obra de ampliação da Comunidade Terapêutica Redentorista. Atualmente, a Chácara de Recuperação de Dependentes Químicos “Nossa Senhora do Perpétuo Socorro” atende 10 internos, após a obra, a capacidade vai triplicar, passando a atender 30 internos.

De acordo com o presidente da AFIM, padre Dirson Gonçalves, esta é mais uma conquista para o Santuário em termos de obras sociais. “O Santuário serve aos mais necessitados por meio dessas ações de resgate da vida, da solidariedade e da valorização da pessoa humana. Esta obra, de modo especial, servirá para acolher melhor os internos que estão em recuperação. Nosso grande objetivo, na área social é dar atenção aos mais pobres, carentes e abandonados. Aquilo que Cristo nos ensinou”, disse.

Inicialmente, a obra está orçada em R$ 1,5 milhão onde será construída a nova sede da Comunidade Terapêutica. A obra terá o formato de uma cruz, em cuja extensão terá cozinha, refeitório, padaria, alojamento, sala multiuso, lavanderia, banheiros, biblioteca e um jardim interno. Já a sede antiga abrigará os membros da coordenação da Comunidade.

Manutenção – A Chácara completou em abril deste ano, dois anos de criação e é mantida pela AFIM, que administra as doações dos devotos, as rifas e outras promoções, como a Campanha “Preparando o Natal com Maria”. Além disso, são fontes de renda para ação social: a Cantina, o Bazar de Roupas Seminovas, a Casa dos Doces e também a venda dos pães produzidos pelos próprios internos.

Canteiro de obras para o resgate de vidas

 Melhorias

Desde que os Missionários Redentoristas, através da Família do Devoto Perpétuo, adquiriram a Chácara em 2013, a AFIM cuida da administração da Chácara e vem sempre investindo em melhorias no local. Primeiramente, adaptou a casa para receber os internos, construiu mais um grande lago para o cultivo de peixes e laborterapia, também construiu o eremitério, onde reside o padre John Gallagher, Missionário Redentorista que é o diretor espiritual da Comunidade.

Já no início do ano passado, a Associação implantou uma padaria industrial e toda a produção de pães feita pelos internos é comercializada nas quartas-feiras, durante as novenas, no Centro de Apoio aos Devotos (CAD). E no final do ano passado, a AFIM inaugurou a Capela do Santíssimo Redentor, com capacidade para 80 pessoas sentadas. A Capela é considerada o “centro” ou o “coração” da comunidade terapêutica, porque é o Santíssimo que cura, restaura e liberta aqueles que d’Ele se aproximam.